sábado, 19 de abril de 2014

Agitação na mente ...




Numa noite em que a luz da lua,
É minha companheira,
Em que o brilho das estrelas,
É o meu conselheiro,
Penso,
Nas palavras que ficaram por dizer,
Nas acções que ficaram por fazer,
Nos gestos que ficaram encobertos no meu apenas querer,
Que não chegaram a acontecer ...

Nesta noite serena,
Surgem múltiplos pensamentos,
Voltados para momentos,
Momentos já vividos,
Outros tantos ainda por viver,
Surgem vindos de todos os cantos do mundo,
De todos os cantos da minha vida,
Daquela em que as derrotas foram sofridas,
As vitórias vencidas,
As duvidas esclarecidas,
Os medos enfrentados,
As tristezas superadas
E as alegrias festejadas...

Nesta noite onde o pensar não me larga,
E as perguntas me travam de avançar,
Perco-me num lençol de pensamentos 
Rodeada de cobertores de perguntas,
Perco-me e não encontro a saída, 
Deste dilema que é pensar,
E alguma coisa mudar...

Pensar é permitir ao cérebro de exercer a sua função,
Mas será essa função melhor que o coração !?

Susana V



3 comentários:

  1. Ainda bem que gostaste, fico contente :)
    Obrigada, minha querida!

    Parece que a noite é mesmo propicia para pensarmos nas coisas, talvez porque seja a altura em que temos mais tempo para parar e pensar verdadeiramente sobre o que se passou

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. É na agitação da mente que saem as melhores palavras, na agitação do peito, no correr das ideias, na imaginação que nos possibilita sonhar.
    As tuas palavras possibilitam-me sonhar porque, sem qualquer dúvida, escreves com o melhor de ti.

    Um Beijinho e tem uma óptima semana :)

    ResponderEliminar

Abre a tua alma...